Home

 

carinhafacebook

V Semana do Audiovisual Campinas – SEDA 2015 – Discute quais imagens e quais cenas representam ou não as realidades sociais. Circulando culturas audiovisuais independentes da atualidade.

O Coletivo Moinho, juntamente com outros coletivos, grupos e Casas de Cultura de Campinas convida todos e todas a participar e compor a V SEDA 2015 – Semana do Audiovisual Campinas. Evento construído colaborativamente com reuniões abertas, acontecerá entre 16 e 26 de agosto, em vários pontos da cidade e narrará a circulação da cultura audiovisual independente e alternativa da atualidade. O festival como tecnologia social integrada e participativa inclui mostras de filmes, debates, oficinas, intervenções urbanas, intercâmbios culturais, teatro, música, dança e chamada de exposições, todas as atividades relacionadas às novas linguagens e tecnologias multimídias, as novas formas de circular, pensar e discutir audiovisual O evento é aberto ao público e totalmente gratuito.

IMG_9171.redimensionado

O tema deste ano trará a discussão das imagens e das cenas e como estas representam ou não as realidades sociais colocadas no cotidiano. Há espaços para acender, construir, desenvolver, retomar, ocupar as novas tomadas que surgem? Que formas e elementos re-afirmam um grande centro repleto de instituições, convenções e representatividades errôneas e desgastadas para haver espaços para reivindicarmos os direitos básicos garantidos e a fala aos microfones públicos. Rádio, Tv, Internet, Cinema, Multimídias, quais canais temos,? Quais queremos? Quais nos representa e quais não nos representa na era da imagem?

IMG_9437.redimensionado

A Semana do Audiovisual – SEDA, é um festival de audiovisual e multimídias que acontece de forma integrada com cerca de 100 SEDAs, em cidades do Brasil e América Latina, que iniciadas pela rede nacional Fora do Eixo em meados de 2009, trouxe um boom de formas e pensares para descentralizar os gargalos e meios produtivos do audiovisual das grandes empresas e produtoras que dominavam os circuitos existentes. É por princípio um festival alternativo e independente, um evento comunitário, descentralizado e plural, que incentiva e estimula a circulação, produção e a discussão de obras audiovisuais nacionais no micro e no macro, numa perspectiva de incidir como tecnologia social para organização, formação e participação de grupos, coletivos e movimentos não-hegemônicos de cada cidade.

IMG_9071.redimensionado

Produzir, formar, exibir, refletir, debater e propor temáticas artísticas, sociais e populares por meio das linguagens audiovisuais nas multilinguagens. Incentiva também a produção colaborativa e partilhada na construção de espaços cognitivos e interconectados para, por meio de processos e obras audiovisuais, protagonizar outras imagens, outras realidades e outras narrativas sociais já existentes em Campinas-SP. Web-rádio, web-tv, imagens, sons, experiências multimídias que propiciem e incluam as práticas em tecnologias e pedagogias livres que possibilitem a inclusão de expressões e produções partilhadas de conhecimento.

IMG_8594.redimensionado

O evento que já está em sua quinta edição na cidade, neste ano pretende realizar programações artísticas, culturais e de formações em cerca de 08 espaços públicos e/ou iniciativas culturais na cidade, que trabalhando em rede e partilhadamente, gerem um processo de interações, trocas, vínculos sociais e autonomia nas diversas formas de manifestações culturais. Entre eles, a Casa de Cultura Fazenda Roseira, Casa de Cultura Tainã, Câmara Municipal de Campinas, Museu da Imagem e do Som de Campinas, Centro Pop; e praças públicas como a Praça Rui Barbosa, Praça Bento Quirino, Praça da Catedral, entre outras organizações e grupos.

IMG_8433.reduzidas

Entre as campanhas temáticas da SEDA este ano estão SEDA Louca: proposto dentro da temática da Saúde Mental e Luta Antimanicomial em Campinas; SEDA Preta: Produzida por coletivos atuantes no movimento negro e nas práticas culturais de matriz africana; SEDA Rua: na perspectiva de trabalhar o espaço público e quem nele se insere, identifica, vive e disputa culturalmente; SEDA Gêneros: para os debates sobre gêneros, transgêneros, luta das mulheres, entre outras questões; SEDA Multilinguagem: a mistura de linguagens artísticas e sociais na disputa dos imaginários e hegemonias impostas; SEDA Mídia e Tecnologia: trabalha a luta pela democratização da comunicação e o acesso de direitos pela comunicação como um direito humano, SEDA Memória, na perspectiva de discutir as formas de organização de acervo, memória histórica da atualidade já dentro dos meios digitais. SEDA Práticas Culturais Periféricas que este anod discutirá o Funk e as identidades e subjetividades desta vertente musical e social. SEDA Juventude, que tem a intenção de discutir, aceitar e incluir as práticas vigentes na atualidade. SEDA Trabalho, que propõe fazer um recorte das práticas do mercado, no avanço social e político dos grandes centros.

IMG_8692.redimensionado

Acompanhe os espaços construtivos, saiba mais, participe, reflita, circule, transforme, questione, inter-aja. Vamos re-tomar a cidade.

IMG_9226.redimensionado

Mais informações e a programação completa:

https://moinhocoletivo.wordpress.com/programacao-seda/

Transmissão ao vivo pela web da Semana:

http://socializandosaberes.net.br/

 

logosfinal 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s