Home

SEDAESTAÇÃOGERAL

Mostra SEDA na Estação Cultura de Campinas

O Coletivo Moinho e o Ponto de Cultura NINA, juntamente com o Laboratório de Produção Cultural de Campinas e a participação de vários coletivos parceiros, trazem no mês de novembro para o espaço da Estação Cultura de Campinas, a realização da Mostra SEDA na Estação, que acontecerá de 14 a 20 de novembro. A temporada contará com a exibição de filmes que foram parte da programação da Semana do Audiovisual Campinas – SEDA 2014 – que aconteceu em setembro e agora tem como intenção principal trazer para um espaço público do centro de Campinas, filmes e temáticas sociais que estão sendo desenvolvidas e trabalhadas em outros espaços.

O evento acontece como uma intervenção propositiva na Estação por parte dos coletivos que puxam a IV Semana do Audiovisual Campinas – SEDA 2014 e dos movimentos parceiros que construíram a SEDA 2014. Tem como objetivo incentivar e fomentar a ocupação de espaços e equipamentos públicos pela sociedade civil, circular produções, agentes culturais e debates de diferentes repertórios nacionais dentro da linguagem Audiovisual, construindo espaços de formação e visibilização de narrativas sociais e populares.

Os filmes que serão exibidos compõem uma seleção que foram exibidos esse ano na SEDA, em varios lugares da cidade, e que variam entre produções alternativas e/ou independentes de diversas localidades do país, como também produções de Campinas-SP. Todo o evento é gratuito e todas as exibições serão seguidas de debates temáticos e a participação produtores dos filmes e convidados.

SEDA MOSTRA NA ESTAÇÃO – PROGRAMAÇÃO

 

14 de Novembro – 19h

ABERTURA Mostra SEDA na Estação

Filme: Construção – Rio de Janeiro (2012)

011

Realização: Carolina Sá

Sinopse: Branca é uma brasileira de 3 anos que viaja até Cuba para conhecer a terra natal de seu pai em plena época de aniversário da revolução. Seu falecido avô, Marcos de Vasconcellos, viveu e participou intensamente como escritor e arquiteto no Rio de Janeiro dos anos 60. Só que os dois nunca tiveram a oportunidade de se conhecer em vida, e vão ter esse primeiro encontro na tela do cinema. Laços familiares profundos são revelados através de cartas, imagens e memórias.

15 de Novembro – 19h

SEDA LOUCA

Filme: A Viagem Continua – Campinas-SP / Canadá (2014)

Aviagemcontinua

Realização: Marcelo de Santa Rosa Oliveira

Sinopse: O curta metragem A Viagem Continua… é um recorte audiovisual do processo de intercâmbio cultural entre usuários da Saúde Mental do Brasil e Canadá. A pesquisa Gam Brasil-Canadá do programa: Aruc Internacional Saúde Mental e Cidadania, começou em 2006 através do Departamento de Saúde Coletiva FCM- Unicamp, sob a coordenação da Profa. Dr. Rosana Onocko Campos. Em novembro de 2013, um grupo de usuários e pesquisadores da Saúde Mental do Brasil são recebidos “ calorosamente” em Quebec pelos parceiros amigos da pesquisa. Em maio de 2014 é a vez dos canadenses desembarcarem no Brasil, dando continuidade ao intercâmbio cultural…

Filme: IV Encontro Estadual da Luta Antimanicomial – Campinas-SP (2013)

Lutaantimanicomial

Realização: Marcelo de Santa Rosa Oliveira

Sinopse: “Cantarei de novo pro meu boi guarnecê, a primeira vez que eu cantei, não deu pra convencê…”

Aconteceu na última primavera em Campinas, o IV Encontro Estadual da Luta Antimanicomial e tudo começou mais ou menos assim.

16 de Novembro – 19h

SEDA MÍDIA E TECNOLOGIA

Filme: Ao Alcance da Voz – Campinas-SP (2009)

AoAlcancedaVoz

Realização: Carla Barreira Severino

Sinopse: Vídeo documentário produzido para o TCC 2011 pelos alunos de Jornalismo da Unip/Campinas. O vídeo mostra como os meios comunicação contribuem como ferramenta inclusiva na vida dos usuários da saúde mental através do Ponto de Cultura Maluco Beleza que fica no Hospital Psiquiátrico Dr. Cândido Ferreira, localizado no distrito de Sousas, em Campinas.

Filme: Produção Colaborativa dos Coletivos de Comunicação Popular de Campinas – Trilogia Campo Belo – Nos Três Bairros: Jd. Columbia, Cidade Singer e Villa Diva. – Campinas-SP (2013)

IMG_2548

Realização: Coletivo de Comunicadores Populares, Mídia Livre Vai Jão, Socializando Saberes.

Sinopse:  Um processo midiático com Coletivos de Comunicação Popular e as comunidades que pediram apoio nas Assembleias Populares de Campinas 2013. Um experimento colaborativo que traz um pouco dos contrastes da luta pela terra na região do Campo Belo e os interesses especulatórios e imobiliários de empresas ao redor. O maior inimigo e o mais contrastante passa por cima diariamente em forma de progresso,  o Aeroporto de Viracópos.

17 de Novembro – 19h

SEDA PRETA

Filme: Eu, Enquanto Elas – Campinas-SP (2014)

EuEnquantoElas

Realização: RECMA Produções

Sinopse: O “EU ENQUANTO ELAS” mostrará o ponto de vista das profissionais do sexo em relação à Copa do Mundo, enfatizando suas causas sociais e trazendo para perto de nós as suas realidades. Com uma fotografia bem peculiar e de forma real, os espectadores conhecerão a história de mulheres de diversos gêneros presentes em nossa sociedade.

Filme: Zeca, o Poeta da Casa Verde SP – Brasil (2012)

ZecaOpoetadaCasaVerde

Realização: Akins Kinte

Sinopse: O documentário “Zeca, o Poeta da Casa Verde” conta a história do artista, sambista e compositor Zeca da Casa Verde, autor de vários sambas das escolas Morro da Casa Verde e Rosas de Ouro. A história do sambista se confunde com a história do próprio samba de São Paulo: nascido no interior, Zeca participou das congadas assim como seu pai, Zé da Maniquinha. A congada é uma manifestação brasileira que reúne elementos trazidos por africanos da Angola e do Congo, que teve grande influência no samba paulista.

18 de Novembro – 19h

SEDA GÊNEROS

Filme: Imagem Mulher – SP- Brasil (2012)

Midiamulher

Realização: Maristela Bizarro

Sinopse: Imagem Mulher é um documentário que nasce da hipótese de que a idealização da mulher na mídia contribui para a violência contra a mulher. É um olhar que se debruça sobre a mídia e sobre a rotina de três mulheres, Ana Cláudia Martins, Norma Cubillos e Sandra Regina Alves, buscando estabelecer um paralelo. Se a hipótese inicial é válida? As descobertas compartilhamos com o público.

Filme: Maria Superação – Campinas-SP (2014)

SEDA3

Realização: CDI Campinas e Casa de Cultura Andorinhas

Sinopse:

19 de Novembro – 19h

SEDA RUA

Filme: Consultório na Rua – A rua não é um mundo fora do nosso mundo – RJ/SP (2013)

ConsultoriodasRuas

Realização: Departamento de Atenção Básica (DAB)

Sinopse: Solitários, desempregados, famílias, pessoas com transtornos mentais, dependentes químicos, ou simplesmente pessoas que optaram por viver nas ruas. Alguns sonham em sair delas, outros já se conformaram e, em muitos casos, perderam a confiança e a esperança em qualquer tipo de ajuda e assistência. É nesse cenário de vulnerabilidade e carência de cuidado que as mais de 80 equipes de Consultórios na Rua atuam para alcançar essa população.E é nesse contexto e com o objetivo de divulgar o trabalho das equipes e da atenção à saúde da população que vive em situação de rua, que o documentário “A rua não é um mundo fora do nosso mundo” foi produzido. Realizado pelo Departamento de Atenção Básica (DAB/SAS/MS), o vídeo apresenta e discute a experiência dos Consultórios na Rua, nos municípios de São Paulo e Rio de Janeiro, em junho de 2013. Com duração de 22min, o documentário mostra o caminho percorrido por cinco equipes em seus desafios diários para possibilitarem o acesso, criarem vínculo, e superarem as dificuldades que o cuidado a essa população exige.

Filme: Pixo – SP (2013)

pixo5

Realização: João Wainer e Roberto T. Oliveira

Sinopse: Documentário sobre pichação e pichadores, O impacto da pichação como fenômeno cultural na cidade de São Paulo e sua influência internacional como uma das principais correntes da Street Art. O filme participou da exposição Né dans la Rue (Nascido na Rua), da Fondation Cartier pour l’Art Contemporain, em Paris. O documentário mostra a realidade dos pichadores, acompanha algumas ações, os conflitos com a polícia e mostra um outro olhar sobre algumas intervenções já muito exploradas pela mídia. O filme não traz respostas, mas fornece argumentos para o debate: Pichação é arte ou é crime?

20 de Novembro – 18h

FECHAMENTO Mostra SEDA na Estação

Filme: Zumbi Somos Nós

ZumbiSomosNos

Realização: Frente 03 de Fevereiro

Sinopse: Zumbi Somos Nós, um documentário que apresenta os que procuram converter a violência em uma forma de resistência simbólica em prol da coletividade, reinventando as formas de convivência da nossa prática social. A partir de estratégias de intervenção pública e midiática e de uma bricolagem musical que traz novas sonoridades urbanas e seu elo como ritmos afro-descendentes, o documentário aborda a construção e destruição das questões raciais no Brasil, inscrevendo na vida cotidiana novas formas de olhar, pensar e agir.

O documentário conta com depoimentos dos músicos Dinho Nascimento, Dofona, Daniel O Reverendo, Gaspar Z’África Brasil e Cleverson Lee. E, também, dos pesquisadores Vera Malagutti, Nicolau Sevcenko, Lilia Schwarcz, Noel Carvalho, Julita Lemgruber e Frei David.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s