Home

O Cineclube Catavento chama todos e todas para uma sessão especial do Cine Catavento no MIS Campinas para mais uma produção do legítimo e profundo cinema nacional. O evento acontece nesta quarta-feira, 19 de fevereiro, a partir das 19h30 e traz ao espaço do Museu o filme Pernambucano, direto de Petrolina, “Na Quadrada das Águas Perdidas” de 2011, dos diretores Wagner Miranda e Marcos Carvalho e a excelente atuação de Matheus Nachtergaele. A sessão acontece com a presença dos diretores e produtores da obra.

Uma produção independente e o primeiro longa de Wagner Miranda que propõe a trajetória de um homem só na Caatinga, sem fala ou diálogo verbal aprofunda a vivência no nordeste profundo conectando entre si e consigo mesmo, as mazelas da solidão pessoal e a sua relação com o meio em que transita, o cangaço e a caatinga do ser humano.

SOBRE O CINECLUBE CATAVENTO

O Cineclube Catavento já atua no MIS Campinas há dois anos e tem como principal intenção trazer para a cidade de Campinas-SP filmes nacionais, atuais, alternativos ou de cunho independente, para exibir, debater e refletir e construir outros olhares sobre as produções do cinema e audiovisual brasileiro que não encontram vasão ou gargalos para circularem livremente.

CinemaNacional

SINOPSE – NA QUADRADA DAS ÁGUAS PERDIDAS

Caatinga (do tupi: caa (mata) + tinga (branca) = mata branca). Habitat árido e exclusivo do nordeste brasileiro. Seco, mas cheio de vida. Uma imensa variedade de animais e plantas que convivem em harmonia com seu habitante humano, o caatingueiro. Esse homem aprendeu ao longo de séculos como dialogar com essa aridez. Este longa metragem, é a ficção definitiva do modus vivendi daqueles que vivem e viveram na Caatinga.

Década de 40, o grande ator Matheus Nachtergaele interpreta Olegário, um caatingueiro que sai da sua humilde e solitária casa, em uma carroça puxada por um jumento, para trocar dois bodes por mantimentos a uma distância um pouco longe dali.

Contudo sua carroça quebra no meio do caminho, fazendo com que ele mude seu trajeto e encontre uma grande aventura, com diversos animais exóticos que atuam como coadjuvantes daquele solitário humano. O urubu que persegue e espreita; a onça que ataca o acampamento, a cobra no meio do caminho e a assombração na noite escura. O único ator do filme não fala nada, até porque está só com a natureza ao redor do seu caminho. Não fala, mas chora, ri, grita e se admira com a paisagem, sua exótica fauna e flora. Uma verdadeira odisséia da sobrevivência humana e sua relação ancestral com a terra. NA QUADRADA DAS ÁGUAS PERDIDAS é universal, sem a necessidade de traduções e legendas.

Um Brasil pitoresco, desconhecido em sua intimidade, jamais mostrado. A trilha sonora cumpre com sua responsabilidade na ausência de palavras. Canções instrumentais tão áridas e brutas como a caatinga inspira. Ritmos e instrumentos folclóricos típicos dessa região do país contribuem ricamente inspirando toda a atmosfera.

O rei da farinha

PREMIOS

Entre os prêmios nacionais e internacionais: Premio Ministério da Cultura de Ineditismo – Cine Ceara 2011; Melhor Filme – Festival de Cinema de Triunfo – 2011; Melhor Fotografia – Festival de Cinema de Triunfo – 2011; Melhor Trilha Sonora – Festival de Cinema de Triunfo – 2011; Prêmio Federação Pernambucana de Cineclubes – XVI Cine-PE Festival do Audiovisual – 2012; Melhor Fotografia – Festival de Cinema de Maringá – 2012; Melhor Ator (Matheus Nachtergaele) – Festival de Cinema Curta Amazônia – 2012; Melhor Fotografia – Festival de Cinema de Curta Amazônia – 2012; Melhor Trilha Sonora – Festival de Cinema Curta Amazônia – 2012; Melhor Filme Estrangeiro – VIII Festival Cine del Paso (Colômbia) – 2012; Melhor Roteiro – FATU: VIII Festival Brasileiro de Filmes de Aventura e Turismo (São Paulo) – 2012; Melhor Ator (Matheus Nachtergaele) – Festival Nacional Curta Sertões – 2012; Melhor Trilha Sonora – Festival Nacional Curta Sertões – 2012; Melhor Direção de Arte – Festival Nacional Curta Sertões – 2012; Melhor Ator (Matheus Nachtergaele) – Festival Brasil de Cinema Internacional (Rio de Janeiro) –

FICHA TECNICA

Direção: Wagner Miranda e Marcos Carvalho

Roteiro: Wagner Miranda e Marcos Carvalho

Direção de Fotografia: Marcos Carvalho, Wagner Miranda e Camilo Melo

Direção de arte e cenografia: Gícia Mazda

Montagem: Marcos Carvalho, Camilo Melo e Wagner Miranda

Trilha sonora: Matingueiros, Geraldo Azevedo e Elomar Figueira de Melo

Edição de som: Carlos Montenegro e Albérico Junior

Mixagem: Albérico Junior

Produção Executiva: Marcos Carvalho e Wagner Miranda

Elenco: Matheus Nachtergaele

TRAILER

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s