Home

O Cineclube Catavento, no mês de setembro, em parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campinas e a Distribuidora independente DF5, traz ao melhor cinema de Campinas da atualidade, duas obras nacionais independentes do mais recente cinema brasileiro.

Na quinta-feira, o longa metragem “Claun” proposta de série lançado no início do ano de 2013 no Rio de Janeiro, traz em sua obra uma metáfora contemporânea do século XXI, com máscaras, fantasias, avatares, carnaval e uma rica analogia propondo as novas disputas conceituais e fantasiosas do novo pensamento imaginário da sociedade.

Na sexta-feira, o documentário produzido em Uberlândia-MG, “No Fundo, Tudo é Memória” e lançado em 2012, propõe um rico experimento filmico onde se mistura, ficção, realidade e os processos cognitivos da memória, quando esta é parte da nossa história e ao mesmo tempo, força motriz para a criação ou reconstrução do queremos que seja o passado. “Reconstruir uma história, é simplesmente inventar uma outra”.

A entrada é franca

Brasilnastelas3Mais informações:

Sinopse “Claun”: 2012, Ayana tem 13 anos e é filha do líder de uma gangue de mascarados do carnaval carioca. Na mesma noite em que ela vê seu pai sendo morto, sua mãe desaparece e ela é salva por um jovem vestido de palhaço, Amílcar, que diz que ela tem uma missão acumprir: ser a rainha dos mascarados. É então que Ayana entra no imaginário dos bate-­‐bolas e clóvis do carnaval carioca– onde homens mascarados podem ver espíritos, outros podem se transportar pelo espaço, outros se mover rápido como um raio! Passando por um treinamento e aprendizado, Ayana descobre a identidadedo verdadeiro assassino de seu pai e tem o primeiro contato com o inimigo número 1 dos mascarados: umgrande empresário, conhecido comoMr. X, que tem como meta extirguir os grupos e tomar os galpões onde eles se reúnem para construir grandesarranha-­‐céus. A aventura termina quando Ayana se torna rainha dos mascarados, após derrotar o traidor das turmas. Mas Mr.X e sua filha predileta continuam a espreita para tomar a cidade.

Sinopse “No Fundo, Nem Tudo É Memória”: “Reconstruir uma história, é simplesmente inventar uma
outra”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s