Home

No último dia da SEDA Campinas 2013 foi numa das plataformas da Estação Cultura, um dos símbolos do papel estratégico de Campinas no processo produtivo brasileiro. Lá foram exibidos as mídias audiovisuais livres “A Caminho da Copa” (2012), de Florence Rodrigues e Carolina Caffe e filmes sobre a situação dos Kaiowá-Guarani, no Mato Grosso do Sul; o movimento vitorioso em Porto Alegre contra o aumento na passagem de ônibus, em abril, antecedendo o que aconteceria em junho em várias cidades brasileiras; e sobre o incêndio na favela Vila Areia, também em Porto Alegre, no começo do ano.

SEDA49A proposta da Seda Flagrante foi construida junto a coletivos de comunicação da cidade, como o Coletivo de Comunicadores Populares, o Movimento Nacional de Rádios Comunitárias (MNRC) e o Grupo de Comunicação da Assembleia Popular de Campinas.

Depois seguimos com o debate: O Audiovisual como Mídia Livre e a Democratização Dos Meios de Comunicação.A plateia composta por midialivristas, professores , jornalistas, comunicadores populares e narradores urbanos, chegaram em algumas pautas comuns: conselho Municipal de Comunicação, agência popular de comunicação, defesa das rádios livres, maior conexão do movimento de mídias livres com os movimentos sociais. Vários caminhos foram discutidos, alguns caminhos visualizados, O debate vai prosseguir até a montagem coletiva da plataforma solidária e colaborativa da comunicação do século 21, para uma cidade dos fluxos abertos na SEDA e em outros momentos.

SEDA50No mesmo horário, A Seda Quebrada foi um momento de confraternização casando com o Sarau “Levanta POVO”, uma iniciativa de um grupos de artistas do eixo da rodovia Santos Dummont. Em um terreno inicial, no Jd. Monte Cristo, com os parceiros do Hip Hop e do Rap A rua’nda se fez de tudo: pipa , discotecagem , grafite e diversos artistas locais puderam expressar livremente os seus repertórios subjetivos, sua arte, sua rua.SEDA48

SEDA52 SEDA53A noite a SEDA dorme e encerra as suas atividades em 2013 com as exibições do “Profissão MC” – SP (2009) – Direção: Alessandro Buso e “Favela On Blast” – RJ (2008) – Direção: Leandro HBL

SEDA54 SEDA55 SEDA56
A SEDA – Semana do Audiovisual Campinas 2013 se
encerra, mas muitos outros processos continuam abertos! Muitos canais conectados, muitos outros para serem digeridos e re-significados!

Um prazer vivenciar novas relações, novos processos e novas perspectivas! Um grande e belo acidente cultural, também conhecido como metamorfose ambulante da nossa cultura atual

Seguimos para as próximas experiências, para os novos encontros.

Até ano que vem SEDA!

Nos vemos, aonde construímos, #PelaCidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s