Home
O início das mídias, o desenho. O grafite, uma das evolução de expressão artísticas pela sociedade

O início das mídias, o desenho – O grafite vem como um dos principais desdobramentos da linguagem, expressões artísticas por grupos independentes colorem as cidades

Com nossos sentidos tomados de esperança re-ocupamos, com alegria, possibilidades, criatividades, empatia, motivação, instiga, provocação, inquietude, trabalho em equipe, colaboração e compartilhamentos abertos… é assim que retomamos nosso trabalho neste momento, espaço/tempo, de 2013. O Coletivo Moinho volta para trabalhar as mídias livres nas instituições convencionais de ensino de Campinas.

Agora, com um trabalho mais abrangente e com possibilidades reais de envolver abertamente diversos sujeitos nessa proposta interdisciplinar de aprendizagem, que envolve gestores, professores e alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) num mesmo espaço e com mesma oportunidade de voz construtiva – a EMEF Pres. Humberto de Alencar Castelo Branco é o espaço cognitivo a ser experimentado.

A aprendizagem é um processo social fruto de um contexto histórico, portanto, a nossa motivação principal é romper barreiras com o ensino linear e simplista que ainda se baseia em aulas expositivas e livro didático. A pedagogia descentralizada chega onde o professor é mediador de diferentes fontes e formas de aprendizagens dentro do espaço proposto, alimenta  nossas  esperanças para desenvolver um trabalho colaborativo de olhares e trocas de experiências e vivências artísticas, onde todos trazem elementos primários, incentivadores do processo a ser percebido. O meio das expressões artísticas e a sua difusão mídiática pelas redes sociais vem a seguir, quando tudo que é feito, pensado e transformado dentro do espaço, se torna público e difundido nas redes sociais, extensão virtual da instituição escolar: http://www.castelolivre.blogspot.com . Todos os conteúdos são pensados e trabalhados em conjunto, de forma colaborativa com o grupo orgânicamente pretende-se o apoderamento do que será criado e publicado.

Cineclubismo, a extensão do imaginário, expansão do cognitivo

O ensino interdisciplinar e colaborativo se irradia a partir de diversas fontes e formatos, ele é transversal e produzido nas conexões entre várias informações possibilitadas também pelo uso das tecnologias que  promove em toda comunidade escolar desenvoltura para selecionar, sistematizar e criticar as informações, impactando na aprendizagem e na forma sistêmica de construção do conhecimento e imaginário dos envolvidos.

A autonomia, a construção colaborativa do conhecimento, o diálogo, a participação e a criatividade potencializada pelas possibilidades da utilização de diferentes ferramentas de olhar, leitura e imaginário, são os eixos que permeiam esse trabalho de mídias livres e expressões artísticas no espaço escolar. O entendimento de mídia e de todos sermos uma mídia. Um papel é um meio de linguagem, logo um meio de fazer mídia, um desenho, uma frase, uma fala, quando tudo isso é expressado e pontuado desde o micro gesto, até como este pode ressoar no macro de nossa casa, no nosso bairro, na nossa cidade, e disto circular para o universo cognitivo das redes sociais.

Nossas atividades serão relatadas e compartilhadas semanalmente através deste  blog para o acompanhamento e participação de quem quiser também se apoderar. Essa é a energia e a construção de novas possibilidades.

IMG_0698

Mídias Livres que circularão pelo blog da escola Castelo Branco. Na mídia castelolivre.blogspot.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s