Home

Por Fábio Turco Merlin

No nosso cotidiano convivemos com outras pessoas em diversos cenários de nosso itinerário. Sabemos também que na atualidade, o mundo se torna cada vez mais rápido e as distâncias cada vez mais curtas. Boa parte dessa sensação adquirimos pelo contato com os meios de comunicação atuais: internet, televisão, jornais, revistas, etc. Nesse sentido, se torna cada vez mais necessário uma alfabetização nas linguagens midiáticas pois afinal de contas, escrever, falar e fazer vídeos são apenas formas de se comunicar com o mundo externo, de expor ideias, girar e gerar possibilidades e formas de entendimento.

A cobertura colaborativa é uma maneira de registrar e distribuir essa informação de maneira totalmente independente e criativa, sem nenhum tipo de intermédio de veículos de mídia convencionais, principalmente através da internet e redes sociais. Nesse intuito estudantes da EJA da EMEF Presidente Humberto de Alencar Castelo Branco participaram da 2ª Mostra Estudantil de Cinema de Campinas, no MIS Campinas (Museu da Imagem e do Som), registrando a realização do evento com fotografia, audiovisual e texto. O exercício foi uma proposta de exercer o olhar focado nas narrativas criadas pelas imagens enquadradas, em um suporte imagético super comum nesse início de século.

mosaicoblogmoinho3

Coberrtura Colaborativa nos eventos das escolas municipais

Alguns resultados desses processos, de ganhar voz e se reconhecer como mídia livre foram publicados no blog dos alunos (http://castelolivre.blogspot.com.br/). E mais um espaço se abriu para a liberdade de expressão tão necessária a todos, num momento em que a comunicação influencia tanto na educação, como na cultura, no pensamento e na evolução das pessoas. A experiência fluiu e mais uma cobertura colaborativa foi realizada pelos alunos no evento Culminâncias da AMATRA 15 com a  temática Direitos do Tabalhador.

No início de mais uma ano, as experiências continuarão a ser realizadas dentro da oficina de “Mídias Livres e Expressões Artísticas”. Os recursos digitais precisam estar cada vez mais presentes no ensino, pois ajudam a articular o pensamento para um melhor dissernimento e representação da nossa realidade, além de promover encontros entre as pessoas, pois as novas mídias funcionam bem com o envolvimento real de interessados e grupos, quando estes se colaboram e se ajudam para ler o mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s